sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011


A CULTARTIS formula votos de Boas Festas.


terça-feira, 27 de setembro de 2011

1 de Outubro de 2011

Inauguração da "Galeria de Arte da Federação"
e
homenagem ao Mestre Mário Silva







quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Armindo Santos expõe


A convite do Pintor Jorge Rebelo, Armindo Santos, associado da CULTARTIS, integra juntamente com Sandra Raposo uma exposição colectiva no Castelo de Porto de Mós a partir de 16 de Setembro até 9 de Outubro. Seria com muito gosto que os artistas receberiam a sua visita.






quinta-feira, 8 de setembro de 2011


Alcida Maria, associada da CULTARTIS, expõe na Albergaria Josefa d'Óbidos, em Óbidos, durante o mês de Setembro.





segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Ana Luisa Frazão

vem convidá-lo para a inauguração da exposição de pintura no dia 10 de setembro pelas 17h no XI Sables

Hipódromo do Campo Grande
Azinhaga dos Ameixiais, Pátio 11
1600-008 Lisboa
GPS 38°45'23''N - 9°09'5''W




quinta-feira, 25 de agosto de 2011



Anunciação Gomes e Alcida Maria realizam uma exposição de pintura no Museu do Ciclismo, em Caldas da Rainha.



sábado, 13 de agosto de 2011



Paula Clemente, associada da Cultartis realiza uma exposição na Casa do Pelourinho, em Óbidos.





A nossa associada Dulce Nunes expõe em Leiria na Livraria/ Galeria ARQUIVO.










segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Maria Claudino, associada da CULTARTIS, expõe no Museu do Ciclismo em Caldas da Rainha.








sexta-feira, 29 de julho de 2011



Maria Dulce Horta, associada da CULTARTIS, expõe individualmente


A CULTARTIS dirige parabéns e formula votos de sucesso para a Dulce



sábado, 2 de julho de 2011

Foi ontem, dia 1 de Julho de 2011, assinado um Protocolo de Cooperação entre as Associações sem fins lucrativos CULTARTIS, na pessoa da sua Presidente, Anunciação Gomes, e Tesouros Verdadeiros - Associação para o Desenvolvimento e Património, através da sua Presidente, Conceição Colaço.

Tal projecto de cooperação revelar-se-á, certamente, profíquo. Desejamos-lhe uma "longa vida". A R.A.N. fica, deste modo, alargada.










sexta-feira, 17 de junho de 2011

Exposição em Figueiró dos Vinhos

A Direcção informa que estão abertas as pré-inscrições para a exposição que a CULTARTIS, o Museu do Ciclismo e a Câmara Municipal de Figueiró dos Vinhos vão levar a cabo nos dias 29 e 30 de Outubro de 2011.

Cada Associado deve ter conhecimento dos seguintes dados:

  1. A data limite da pré-inscrição é o dia 15 de Julho de 2011;
  2. Não se trata de uma exposição de tema livre. Os trabalhos a apresentar deverão obedecer à temática: “Homenagem a Malhoa”;
  3. O número máximo de inscrições é de 25 (aceites por ordem de entrada);
  4. Pode efectuar a pré-inscrição através do e-mail da CULTARTIS, do telemóvel 91 305 10 23 ou directamente na sede da Associação às 5.ª Feiras entre as 14h30m e as 17h;
  5. Há possibilidade da mesma exposição transitar para o Museu do Ciclismo, em Caldas da Rainha, em 2011;
  6. Informações sobre o valor da inscrição, transporte, alojamento e alimentação serão disponibilizadas posteriormente.

Com os melhores cumprimentos

Pel’A Direcção

Alcida Morais

domingo, 12 de junho de 2011

A Direcção informa que Ana Agostinho:
  1. irá continuar a desenvolver os seus habituais workshops às 2.ª Feiras, durante todo o mês de JUNHO;
  2. por razões particulares não poderá monitorizar os novos workshops que estava a preparar para o mês de JULHO;
  3. de acordo com a sua previsão, SETEMBRO será o mês do lançamento dos novos workshops.
Com os melhores cumprimentos

Pel'A Direcção

Alcida Morais

sábado, 4 de junho de 2011

Foi hoje, 4 de Junho, assinado oficialmente o documento que constitui a R.A.N.-Rede de Arte Nacional em FEDERAÇÃO. O evento teve lugar na sede da TAACTO em Torres Novas.


Ana Luisa Frazão, associada da CULTARTIS e através da RAN (Rede de Arte Nacional), está representada na VI Bienal Internacional de Artes Plásticas de Santa Catarina da Serra .

A inauguração da VI Bienal teve lugar dia 4 de Junho, pelas 16H00, no Edifício do Banco de Portugal, sito no Largo 5 de Outubro em Leiria e poderá ser visitada posteriormente.

Os parabéns da Direcção.

quinta-feira, 2 de junho de 2011

Vai inaugurar dia 4 de Junho a exposição 90-10 no CCC das Caldas da Rainha que poderá ser vista durante o mês de Junho.

sábado, 21 de maio de 2011



Exposição de Alcida Maria no Restaurante Solmar-Canas

através da CULTARTIS

A notícia nos jornais locais


sábado, 7 de maio de 2011

CONVOCATÓRIA

Assembleia Geral Extraordinária

Nos termos do Artigo 13º dos Estatutos, sob solicitação da Direcção, são convocados os Associados da CULTARTIS – Associação para a Cultura das Artes – para se reunirem no dia 25 de Maio de 2011, pelas 20h 30m, na sua sede, sita na rua Vitorino Fróis – Praça da Universidade – Pólo 1, em Caldas da Rainha com a seguinte Ordem de Trabalhos:

1. Dar conhecimento das acções levadas a cabo para a constituição da RAN - Federação;

2. Obter autorização para que a CULTARTIS possa integrar os Corpos Directivos da RAN - Federação;

3. Outros assuntos de interesse no âmbito desta Assembleia.

Não comparecendo o número legal da Associados, fica a Assembleia convocada para se reunir no mesmo local, com qualquer número de participantes, trinta minutos depois da hora acima marcada.

Caldas da Rainha, 6 de Maio de 2011

O Presidente da Assembleia Geral

(José Júlio Durão da Silveira)

quinta-feira, 5 de maio de 2011

Associados da CULTARTIS escolhidos para exporem em Bruges


Hoje na Sede do MAC ( Movimento Artístico de Coimbra), a nossa Comissária Internacional Martine Allart, seleccionou 30 Obras de 28 Artistas que participaram Para a selecção das Obras com destino à Exposição em Bruges.

Os Artistas Seleccionados foram:

Adélia Morgado

Agante

Alcida Maria

Amilcar Marques

Ana Pedro

Angelina Calixto

Anunciação Gomes

Carlos Cruz

Carlos Mingote

Conceição Mendes

Demar

Gomes Pereira

Herberto Gomes

Isabel Barbas

José Santos Rosa

Júlio Carvalho

Kaiser

Lemos Djata

Madalena Veiga

Marieta

Mário Santos Madaleno

Neves Dias

Pinero

Rebelo

Rosa Apolinário

Sousa Varela

Valdemar Peixoto

Victor Costa

Desde já os nossos Parabéns a quem ficou Seleccionado a quem não ficou os nossos agradecimentos e outras selecções virão.


Atenciosamente

Pela Direcção do MAC

O Secretário e Coordenador Movimento Artístico

José Santos Rosa


domingo, 1 de maio de 2011

sábado, 30 de abril de 2011

terça-feira, 26 de abril de 2011

LUZ E SOMBRA

A pintura é o resultado do jogo de luz e sombra. Se esses dois factores forem bem utilizados, obter-se-á um excelente resultado. Podemos até mesmo iniciar uma pintura pela projecção da sombra. Assim, o objecto pintado parecerá o mais real possível sobre a tela.

É com a luz e sombra que também se obtém a dimensão. Torna-se irreal uma pintura totalmente no mesmo plano. É monótona, não atrai o interesse do observador. Quando desejamos um resultado mais empolgante ou até mesmo dramático numa pintura, devemos exagerar no contraste entre luz e sombra.


Embora em teoria se deva pintar do claro para o escuro, quando queremos acentuar um ponto iluminado em determinada região da pintura, devemos sempre iniciar pela sombra; só assim saberemos se nossa luz parecerá apagada ou brilhante em relação à sombra. Ao retratar cenas naturais (não cópias), devemos estudar com atenção em que direcção incide a luz e para que lado projecta-se a sombra. Mesmo quando estamos criando cenas imaginárias, devemos decidir logo (antes mesmo do esboço), em que direcção imaginaremos que a luz entrará para também definirmos a sombra.

SOMBRA: Não existe sombra sem luz; portanto a introdução da sombra numa pintura implica a presença da luz. A sombra sugere espaço, indica a relação entre um objecto e outro e também define a localização dos objectos em relação a fonte de luz. Sem a presença da sombra, qualquer elemento dentro da pintura parecerá “flutuar” dentro da tela. Por isso falamos em “colocar um peso” em tal objecto quando pintamos a sombra projectada dele.

A gradação tonal da sombra muito dependerá da fonte de luz. Se a luz for do sol ou eléctrica, resultará uma sombra de cor quente e vibrante. Se a luz for do céu, resultará uma sombra de cor fria e apagada. A questão é simples: Luz quente produz igualmente sombra quente, luz fria, sombra fria. Os principiantes costumam pensar erroneamente, que podem resolver a questão da sombra colocando manchas castanhas ou pretas escuras próximas ao objecto. No entanto isso resultará numa pintura “pesada” e pouco vívida. As sombras não são neutras e sem brilho; na verdade, elas contém uma boa quantidade de cores subtis e vale a pena estudá-las e recriá-las nas suas pinturas; elas podem e devem ter matizes interessantes mesmo sendo escuras e semi-abstractas. Experimente pintar um objecto com matizes da gama dos avermelhados e projecte sua sombra em verde; notará quão interessante ficará. Naturalmente a matiz da sombra muito depende da superfície em que está projectada; se for uma superfície clara reagirá diferentemente de uma projectada em superfície escura.

HÁ DOIS TIPOS DE SOMBRA:

Sombra própria: É aquela que incide no próprio objecto (Ex. um lado escuro e outro claro)
Sombra projectada: É aquela que se projecta sobre uma superfície (no chão, em cima de uma mesa, na parede etc.).

LUZ: Embora se considere a luz como factor único, na realidade existem muitos tipos de luzes, cada uma com sua característica própria e um efeito diferente sobre a forma como vemos os objectos. Experimente observar a luz nas diversas horas do dia e nas várias épocas do ano, para perceber como o ângulo e a intensidade dos raios solares se modificam.

Existem também muitos tipos de luz artificial (Ex: luz eléctrica, luz de vela, etc.). Como regra geral, uma luz fraca, ou distante do objecto, produz sombras de formas menos definidas. Para os principiantes, o melhor é definir a habilidade usando apenas uma fonte de luz, de intensidade realmente forte. (fonte de luz múltipla cria sombras demasiado complexas). Faça da luz a personagem principal de sua pintura e tire o máximo de proveito dela reproduzindo pontos iluminados com empasto, ou seja, tinta bem espessa.

Devemos sempre lembrar-nos que a luz reage de maneiras diferentes em cada superfície dos objectos. Algumas superfícies reflectem mais luz, outras menos. Exemplo: A luz que incide num vaso de cerâmica ilumina-o, ao passo que a mesma luz que incide num vaso de porcelana, por possuir uma superfície mais lisa, além de iluminá-lo, produz brilho. Devemos retratar esse fenómeno nas nossas pinturas.

Chamamos de Brilho o ponto exacto em que a luz bate em uma superfície e reflecte.

Nunca tente reproduzir o brilho com pontos de tinta branca sobre a pintura quando esta estiver completamente seca. Lembre-se que a luz reflectida tem cor e a tinta branca deve ser matizada com um toque de tinta de outra cor antes de ser aplicada. Porém, quando a camada de baixo ainda estiver molhada, a tinta branca matizar-se-á naturalmente.

Um lembrete: A sombra deve ser sempre retratada com a tinta relativamente rala, diluída com solvente. Ao passo que a luz deve ser retratada com tinta espessa, com pouco ou nenhum solvente produzindo o efeito de empaste.


http://a-cor-da-gente.blogspot.com/2010/05/luz-e-sombra-pintura-e-o-resultado-do.html

quinta-feira, 21 de abril de 2011

sexta-feira, 15 de abril de 2011


Dulce Nunes, associada da Cultartis, convida-o para a inauguração da exposição 20 anos de artes plásticas ESAD.CR no dia 29 de Abril pelas 19.00h no edifício XXI do Pólo Tecnológico Lisboa-Carnide. Compareça.




terça-feira, 12 de abril de 2011


A nossa associada Paula Clemente convida-o para a inauguração da exposição Fusão que ocorrerá a 16 de Abril na Galeria Casa do Pelourinho em Óbidos.




domingo, 10 de abril de 2011

A nossa Participação na FIARTE 2011

Cerimónia de inauguração da exposição levada a cabo no Museu do Ciclismo em Caldas da Rainha

sábado, 2 de abril de 2011

A CULTARTIS está presente na FIARTE 2011

A Presidente da CULTARTIS, Anunciação Gomes, entrega o diploma de membro-honorário ao pintor Mário Silva

Imagem dos 3 pavilhões da CULTARTIS antes da inauguração da Feira

A CULTARTIS na FIARTE 2011 - pavilhões

A CULTARTIS na FIARTE 2011 - pavilhões

A CULTARTIS na FIARTE 2011 - pavilhões

A CULTARTIS na FIARTE 2011 - pavilhões

A CULTARTIS na FIARTE 2011 - pavilhões

A CULTARTIS na FIARTE 2011 - pavilhões


Trabalhos de Associados da CULTARTIS na Exposição Geral - Labirinto artístico

Anunciação Gomes
Aguada acrílica sobre tela


Maria Isabel Bairrão
Técnica mista sobre tela

Alcida Maria
Acrílico sobre tela

Maria Claudino
Óleo sobre tela

Maria Claudino
Óleo sobre tela


sexta-feira, 1 de abril de 2011



Verificámos, com agrado, que, sendo a FIARTE essencialmente uma mostra de trabalhos de artistas amadores, pessoas consagradas da nossa praça artística estiveram dispostos a associar o seu nome ao nosso. Estão presentes obras de Paula Rego, Mário Silva, Paulo Ossião, Vieira da Silva, João Cutileiro, Noronha da Costa, Gracinda Candeias e outros.

quinta-feira, 24 de março de 2011

domingo, 13 de março de 2011

Inauguração da exposição no Museu do Ciclismo em Caldas da Rainha